quinta-feira, 10 de março de 2011

Quem fala o que quer...

Olá a todos. Sei que faz muito tempo que não atualizo esta bodega, mas me senti motivadíssimo por uma causa.
Ontem, 09 de março de 2011, a G.R.E.S Beija-Flor, de Nilópolis, conquista o 12º título do Grupo Especial do desfile pelo Rio de Janeiro (o Estado :p), tendo como enredo o cantor Roberto Carlos.

Tudo bem, eu torço para a Beija-Flor, não sou fanático, se os leitores quiserem achar que foi injusto ou roubado, tenham essa liberdade, mas não é no mérito DESSA questão que quero entrar. Gostaria de abordar um outro assunto.

Em meu Messenger, apareceu online uma colega que postou a seguinte frase:

"Rei é o Michael Jackson que mesmo morto lança CD. Roberto Carlos tem alguma composição inédita?"

Se você prestar muita atenção, você perceberá dois erros nesta frase, mesmo não gostando de Roberto Carlos.

[Se você não gosta de mim, pare de ler aqui. Se você apenas não gosta do Roberto Carlos e possui motivos para isso, pode continuar]

1º erro: Morto não lança CD, quem lança CD é a gravadora.
2º erro: Ela deve achar que o "título" de "rei" é atribuído por uma causa só. Roberto Carlos é conhecido como Rei, mas "Rei da MPB", devido a ele ser o cantor brasileiro a vender o maior número de títulos (CD, LP, K7, escambau). Assim como Michael Jackson também é considerado o "Rei", mas "Rei do Pop". Assim como houve "Rei do Rock" (Elvis Presley), "Rei do Reggae" (Bob Marley), "Rei do Soul" (James Brown) e muitos outros.

Tuitei tudo isso. Ela pode ter visto do Facebook, enfim. Fui falar com ela. Olhe o papo (eu = H, ela = C:

H: aí, não é nada pessoal não, mas acho que vc deu/tá dando mole no subnick
C: é né..opinião cada um tem a sua...
H: não, não é opinião não, são dois fatos mesmo: vc sabe por que o roberto carlos é chamado de "rei"?
C: por grande (sic) composições, pioneirismo e referencia na jovem guarda
C: eu n vivi roberto, n e da minha epoca; portanto, pra mim ele n é
H: se fosse de fato por coisas feitas somente na época da jovem guarda, wanderleia e erasmo também seriam; se bobear, até wanderley cardoso
H: ele é considerado "rei" por ter sido o artista da mpb a vender mais títulos
H: então, ele é considerado o "rei da mpb", mas ninguém fala mpb, daí parte essa provável confusão
C: que a propria Globo cria
H: sim, então vamos considerar o que vc disse (Por ele não ser da época dela)
H: partindo disso, vc não considera elvis o "rei do rock" porque ele "não é da sua época"
C: não, não acho q seja tb n
H: parei (Nesse momento, eu fiquei "idiota", sem reação nenhuma. Eu realmente não iria dizer mais nada, discutir nada).
C: que bom! (Seguramente pude concluir que ela estava ironizando)
H: depois dessa, eu tive mesmo de parar, mas arrumei um texto legal (Após esta mensagem, vejo-a offline... Block?)

Não estou entrando em mérito de "discussão pela Internet", façam-me o favor. Mas a partir do momento em que me vejo "excluído" por ela no Orkut após 6 anos, vejo que uma pessoa com esse espírito de cabeça-dura (não encontrei termo mais suave) não pode se dispor a diálogos com as pessoas; apenas, senão, com aquelas que concordam cegamente com tudo que diz.

Comentem e obrigado pela leitura.

4 comentários:

Piet Hageland disse...

É conveniente pra maioria concordar com o que quer ouvir emocionalmente e irracionalmente por puro comodismo, pois a grande maioria das pessoas é formada de "princípios daquilo que se julga conveniente ao seu próprio jeito de ser. Daí, não notam que, por mais que seja burrice, as coisas não estão certas apenas porquê nos convém de estar.

Como disse a loira pro Rabinho no Tela Class: "Essas porra é foda!"

Hermê disse...

Ressaltando: esse comodismo é uma preguiça, um grande mal. Ela teve a preguiça de discernir o ódio dela pela Beija-Flor dos enredos que a escola aborda.

Se amanhã ou depois, a Beija-Flor falar do Estado do Rio de Janeiro, ela vai se mudar daqui apenas por isso? Se a Beija-Flor falar do Flamengo (ela é flamenguista), ela vai mudar de time por isso?

Sir Pedro "Peter" Henrique M. F. dos S. de A. O. Regis disse...

Eu concordo. Não dá para dialogar com pessoas desse tipo. Eu, particularmente, não gosto do Roberto Carlos e da maioria de suas músicas, porém, é indubitável que ele é o maior artista brasileiro de todos os tempos em termos de vendagem de discos e etc. O cara vendeu Cd mais que muitos artistas internacionais famosíssimos no mundo inteiro. E até eu, que não o tolero muito, sei o motivo pelo qual ele é chamado de "rei".

Quanto à discussão: veja pelo lado bom, Hermê. Ela que te excluiu, te poupou o trabalho de clicar com o botão direito e realizar todo o tramite. Porque pessoas assim não são válidas para mantermos contato e se elas é que nos excluem de suas listas, ÓTIMO, menos trabalho temos em relação às mesmas. :)

Abraços.

Trovador disse...

muito bom o blog ,não conhecia até então ,que grande sorte a minha!

Postar um comentário